SouJava

Sociedade de Usuários da Tecnologia Java

SouJava no Global JUG Leaders Summit @Devnexus

Fala, pessoal!

Que o Devnexus é um dos melhores e maiores eventos que existem, muitos já sabem. Se não é o seu caso, dê uma conferida! Vale a pena.

E esse ano eles deram um passo que elevou o evento às alturas: decidiram realizar o que chamaram de “Global JUG Leaders Summit”.

Basicamente eles convidaram JUG leaders de todo o mundo para um encontro ao estilo “unconference”. Até onde se pôde verificar no início da reunião, a última vez que um encontro desse tipo foi realizado foi na época da Sun… Faz um tempinho!

Cerca de 80 participantes estavam presentes, e desde já posso adiantar: foi um aprendizado e tanto!

Imagine só: diferentes culturas, diferentes origens, diferentes localidades… mesmo para JUGs dentro de um mesmo país, as experiências são, frequentemente, muito diferentes. Essa troca de vivência tornou o evento muito rico.

Como a reunião seguiu mais ou menos o estilo de unconference, foram sugeridos vários tópicos para discussão e os mais votados foram trabalhados ao longo do dia.

Não vou entrar em cada um deles aqui porque ficaria muito longo, então vou destacar um em particular que interessa muito ao SouJava: Attendance Sustainability. Basicamente, trocamos experiências sobre práticas que ajudam (ou atrapalham) a manter um bom nível de participação nos encontros realizados pelo grupo.

Essa é a imagem do resultado final da discussão:

IMG_2315

Resumindos os pontos:

  • Engajar empresas: falou-se sobre o envolvimento das empresas no JUG, indo além da cessão de espaço e patrocínio de comida/brindes, mas sim ir até os times das empresas, chamar palestrantes deles, etc;
  • Fácil transporte ao local: todos os grupos relataram aumento de participação nos encontros onde o local seja de fácil acesso (tanto para transporte público quanto para privado)
  • Eventos mais longos: vários JUG reportaram que as reuniões um pouco mais longas (2 a 3 horas) geram resultados melhores do que as curtas (menos de 1h30). Eles reportam que as reunião maiores geralmente tem ao menos 2 palestras, e ainda algum momento para networking (=comida!), o que acabam entregando mais valor aos participantes;
  • Patrocínio: há algumas experiências diferentes com patrocínio em diversos JUGs
    • Há JUGs que conseguem patrocínio apenas para comidas/bebidas para as reuniões
    • Há JUGs que vendem cotas de patrocínio para empresas, válidas por um ano
    • Há JUGs que cobram anuidade dos seus membros
    • Há JUGs que não cobram absolutamente nada de ninguém

E foi interessante perceber que há JUGs muito bem sucedidos em todos os cenários! Então é realmente uma questão de analisar caso a caso.

  • Palestrantes de alto nível: em geral (e parece óbvio!), as reuniões com palestrantes de alto nível atraem mais pessoas. Mas todos concordaram também que os JUGs são lugares ideiais para formação de novos palestrantes.
  • Consistência: falou-se muito consistência. Todos os grupos que mantém consistência de realização de seus encontros perceberam significativo aumento na participação de pessoas em seus encontros. Um ponto interessante é que vários grupos bem sucedidos relataram que mantém consistência em níveis como “dia do mês” (ex: segunda terça-feira de todos os meses) e local de realização (ex: sempre no auditório X). Esse último foi especialmente interessante, já que alguns JUGs relataram que quando eles mudam os locais dos encontros, o engajamento cai.
  • Registro para o evento: todos os JUGs usam alguma forma de registro prévio para o evento;
  • Estacionamento: lugares que possuem facilidade para estacionamento, ou mesmo estacionamento gratuito, tendem a ter maior presença de participantes;
  • Time/liderança forte: os maiores JUGS relatam que seus resultados melhoraram consideravelmente quando eles formaram um time de liderança forte e comprometida;
  • Diversidade: esse tópico foi citado nessa discussão, mas ele já havia sido longamente discutido em outro momento como esse;
  • Traga seu amigo: alguns JUGS incentivam que na próxima reunião você volte e traga um amigo, e com isso conseguem ir tornando o grupo mais conhecido (pouco a pouco);
  • Network com palestrantes: foi conversado que normalmente é muito fácil se conectar com um palestrante em uma reunião de JUG do que em uma conferência. Então, trazer palestrantes de outras conferências para falar no JUG local é uma prática muito interessante;
  • Palestras técnicas: não há duvidas; pitch de vendas não vai bem em encontros técnicos. Focar no técnico, na solução de problemas do dia a dia, é uma ótima prática;
  • Engajamento com Java Champions: muitos JUGs tem um ou vários Java Champions em seu board. Outros não tem nenhum. Mas todos concordaram que algum tipo de engajamento com um ou mais Java Champions cria um interesse ainda maior do JUG, já que o Java Champion traz consigo a credibilidade do título.

E assim eu deixo aqui algumas coisas para você pensar: lendo essa lista acima, o que você pode mudar em seu próprio JUG para aumentar a presença de participantes nele? Quais itens fazem sentido para a realidade do seu grupo? Em quanto tempo você imagina que determinada prática pode trazer resultados reais para o seu grupo?

Se quiser deixar nos comentários abaixo, será muito bem-vindo!

Java Continua Livre (e Grátis)

Com as mudanças recentes na distribuição e suporte da JDK da Oracle, há uma incerteza sobre os direitos de utilizar a JDK Oracle x builds do OpenJDK da Oracle x builds do OpenJDK de outros provedores. Também há considerações sobre atualizações gratuitas, e (novos e existentes) modelos de suporte disponíveis por vários vendedores para serem considerados. Esse documento tem uma versão curta e uma versão muito mais longa com todos os detalhes.

(Tradução por @leomrlima, @otaviojava, @elderjava, @brjavaman da versão 1.0.0 às HIJ)

Versão Curta

Você ainda consegue ter a JDK da Oracle, builds do OpenJDK da Oracle e builds do OpenJDK de outros provedores de graça (e de forma livre – veja o quadro e o resto desta seção para as nuances disso). Isso é possível porque múltiplos provedores oferecem implementações da especificação do Java SE.

Java SE / OpenJDK / Build do OpenJDK da Oracle / JDK da Oracle

A comunidade do OpenJDK cria e mantém a Implementação de Referência (Reference Implementation (RI)) código-aberto (GPLv2+CE) da Especificação do Java SE como governado pelo Java Community Process (JCP) e que é definido como uma Java Specification Request (JSR) guarda-chuva para cada release futuro.

Existem implementações do Java SE de diversos provedores (como Azul, Eclipse, IBM, Red Hat, Oracle, SAP, e outros), o mais comum sendo o JDK da Oracle (Oracle JDK).

Oracle JDK 8 está no processo de “Fim de Atualizações Públicas” o que significa que não haverá mais atualizações gratuitas para fins comerciais ao final de Janeiro de 2019. Porém, desde o Java SE 9, a Oracle está disponibilizando também o builds OpenJDK que são livres para uso comercial, e há também builds gratuitos do OpenJDK de outras empresas como AdoptOpenJDK, Azul, IBM, Red Hat, Linux distros e outros.

Essas empresas provaram que suas implementações atendem a todos os requisitos da especificação  Java SE ao passarem pelos testes de Technology Compatibility Kit (TCK).

Para o futuro, há várias opções para conseguir um JDK. Vamos focar no Java SE 8 (que será válido até o fim das atualizações públicas, assim como as versões anteriores), e o Java SE 11 que será a primeira versão Long Term Support (LTS) a ser lançada sob a nova cadência de versões.

Continuando com o Java SE 8

Algumas pessoas querem continuar utilizando o Java SE 8 por vários motivos.

  1. Oracle proverá atualizações públicas do Oracle JDK 8 até, pelo menos, Dezembro de 2020, para uso em computador pessoal e Janeiro de 2019 para uso comercial. Depois disso, os usuários podem ou ir para o plano pago ou utilizar o binário de Java SE 8 / OpenJDK 8 de outra empresa.
    1. Você pode também continuar utilizando o Oracle JDK 8 por tempo indefinidosem updates.
  2. Caso você não esteja utilizando o Oracle JDK 8, então o seu atual provedor de Java SE 8 / OpenJDK 8 proverá atualizações de maneira grátis e/ou planos de suportes pagos para você escolher.

 

EU QUERO UMA VERSÃO GRÁTIS ($) E LIVRE (PARA USO) DO JAVA SE 8, QUAL EU ESCOLHO?

Se você quer atualizações do Java SE 8 depois de Janeiro/2019, você pode utilizar uma distribuição binária do OpenJDK de algum provedor do OpenJDK, por exemplo com distribuições Linux, AdoptOpenJDK, Azul, IBM, Oracle, Red Hat, e outros.

Usando  Java SE 11 (LTS)

Você tem várias opções. Leia com atenção, em especial dado que o Oracle JDK está mudando a partir do Java SE 11.

  1. A partir do Java SE 11, a Oracle passa a fornecer seu próprio JDK (baseado no OpenJDK) através de:
    1. Binários OpenJDK da Oraclesob licença Open Source existente GPLv2+CE, e
    2. Oracle JDK – Sob uma licença comercial paga (mas gratuita para desenvolvimento), para aqueles que não desejem utilizar a GPLv2+CE, ou que estejam utilizando o Oracle JDK com um produto ou serviço da Oracle.

NOTA: A Oracle planeja fornecer atualizações para seus Binários do OpenJDK por duas atualizações trimestrais e posteriormente migrar os usuários para a próxima versão, a cada seis meses (incluindo a versão LTS)

  1. Você também pode utilizar as distribuições binárias do Java SE / OpenJDK de diversos outros fornecedores, incluindo distribuições Linux,  AdoptOpenJDK, Azul, IBM, Oracle, Red Hat, e outros. . Isso inclui atualizações por períodos variados, dependendo se é uma versão LTS ou não.
EU QUERO O JAVA SE 11+ GRÁTIS ($) E LIVRE (PARA USO), O QUE ESCOLHO?

  1. Use o binário Oracle OpenJDK sob a licença Open Source (GPLv2+CE) e siga a cadência de seis meses para cada versão  OU
  2. Use um binário OpenJDK de um fornecedor alternativo, por exemplo, distribuições Linux,  AdoptOpenJDK, Azul, IBM, Red Hat, e outros.

Suporte Pago

A Oracle planeja fornecer suporte pago para o Oracle JDK 8 até pelo menos 2025 e para o Oracle JDK 11 até pelo menos 2026 (detalhes).  Existem uma variedade de opções de suporte para binários Java SE / OpenJDK 8 e 11 de fornecedores como Azul, IBM, Red Hat, e outros.

 

A Versão Longa

A versão longa e detalhada do documento será postada uma vez que estiver completamente traduzida.

TDC Floripa 2018: Call 4 Papers encerra hoje!

banner-tdc2018-florianopolis-468x60

Está chegando mais uma edição do TDC Floripa! O Call for Papers estará aberto até segunda-feira, dia 19/02… mais conhecido como HOJE!

Se você estava esperando a última hora, ela chegou… 🙂

O SouJava mais uma vez estará presente na coordenação de algumas trilhas: NoSQL, Microservices e Java EE.

Ah… e se quiser ajudar a divulgar essas trilhas, é só dar um RT nos tweets abaixo:

Java EE

Microservices

NoSQL

Nos vemos lá!

Importantes JSR’s em Public Review

Esses últimos dias foram movimentados dentro do JCP, abrindo excelentes oportunidades para a iniciativa Adopt a JSR.

Três JSR’s muito importantes entraram em “Public Review”. Quem sabe esse não é o momento que você estava esperando para se envolver com o futuro do Java?

Mais detalhes abaixo:

JSR 375: JavaTM EE Security API

Site do Projeto:

https://java.net/projects/javaee-security-spec

Link no JCP:

https://www.jcp.org/en/jsr/detail?id=375

JSR 374: JavaTM API for JSON Processing 1.1

Site do Projeto:

https://jsonp.java.net/

Link no JCP:

https://www.jcp.org/en/jsr/detail?id=374

Post no Blog do Reza Rahman com mais detalhes:

http://blog.rahmannet.net/2017/01/json-p-11-public-review-starts-now.html

JSR 372: JavaServer Faces (JSF 2.3) Specification

Site do Projeto:

https://java.net/projects/javaserverfaces-spec-public/

Link no JCP:

https://www.jcp.org/en/jsr/detail?id=372

Post no Blog do Reza Rahman com mais detalhes:

http://blog.rahmannet.net/2017/01/jsf-23-public-review-starts-now.html
Tem dúvidas sobre como participar do Adopt a JSR? Veja esse post aqui no site do SouJava:

https://soujava.org.br/servicos/adopt-a-jsr/
Escolha uma ou mais JSR’s e divirta-se!

JCP: 1º “Face to Face” em 2017

Nos últimos dias 10 e 11 de janeiro, em Londres, ocorreu o primeiro encontro “face to face” do JCP em 2017.

O SouJava foi representado por seus diretores Otávio Santana e Fábio Velloso, que nos trouxeram um pouco sobre o que aconteceu lá em terras britânicas.

Em linhas gerais, os principais assuntos tratados foram:

  • MicroProfile Update (ainda sem JSR)
  • Java ME (JSR’s 360 e 361)
  • NoSQL (ainda sem JSR)
  • Portlet 3.0 Bridge for JSF 2.2 (JSR 378)
  • JSF Update (JSR 372)

E, abaixo, algumas fotos do que rolou por lá:

Em breve atualizaremos você com mais detalhes sobre esses e outros assuntos.

E se você curte padronização e gostaria de envolver de alguma forma, não deixe de conferir o Adopt a JSR! Entre no link:

https://community.oracle.com/community/java/jcp/adopt-a-jsr

Inclusive temos uma lista em Português:

[email protected]

Participe!